Powered by free wordpress themes

Home / Últimas Notícias / Campeonatos / Pernambucano / Sport e Santa Cruz ficam no empate e se enfrentam na próxima fase

Powered by free wordpress themes

Créditos: Marlon Costa/Pernambuco Press

Sport e Santa Cruz ficam no empate e se enfrentam na próxima fase

O Sport queria ficar na primeira posição. O Santa, escapar de um clássico nas quartas de final. Nem um, nem outro conseguiram o objetivo. Os dois times ficaram no empate de 1 a 1 na Ilha do Retiro – gols de Thomás e Fabinho Alves – e voltarão a se enfrentar. Agora, no mata-mata do Estadual. Em jogo único, no mesmo palco, possivelmente na próxima quarta-feira. Agora, obrigatoriamente, um vai ficar pelo caminho.

O clássico começou com domínio do Sport. Os rubro-negros tinham maior posse de bola e permaneciam no campo de ataque. O Santa, acuado, se defendia e buscava em Robinho o refúgio para os contra-ataques. Apesar deste panorama, nada de lance perigo. Até que Nelsinho Baptista tirou Índio e colocou Thomás. A história do jogo mudou a partir daí. Com quatro minutos em campo, o camisa 20 se aproveitou da bobeira de Robinho, driblou a marcação e marcou um golaço de fora da área. Na comemoração, beijou o escudo do Sport, que continuava melhor, em cima do Santa Cruz. Mas, no momento de maior controle rubro-negro, Héricles desequilibrou. O camisa 9 do Santa fez uma excelente jogada e deu um passe de calcanhar para Fabinho Alves empatar a partida em um dos poucos chutes a gol dos tricolores.

O script do segundo tempo não mudou. O Sport, com mais posse de bola, não conseguia ser efetivo. O Santa Cruz, por sua vez, deixava claro o que pretendia: se defender bem e buscar os contra-ataques. Assim como mna primeira etapa, o Leão foi mais perigoso e teve mais chances – Marlone e Leandro Pereira tiveram as melhores. A única coisa diferente foi que o placar não foi alterado. O Santa conseguiu levar vantagem na marcação. O Sport pecou na produção.

 Ex-Santa Cruz, Thomás entrou em campo pela primeira vez contra o ex-clube. E, com pouco tempo em campo, fez um golaço. Na comemoração, subiu no escudo do Sport e o beijou, no que pareceu ser uma clara ironia ao ex-atacante coral Halef Pitbull. No ano passado, Pitbull também subiu no escudo do Sport, mas para estapeá-lo em uma vitória coral pela Copa do Nordeste. O curioso é que, neste dia, Thomás defendia o Santa Cruz.

O gol do Santa Cruz foi marcado por Fabinho Alves, mas Héricles roubou a cena. Ele protagonizou uma linda jogada: deixou três marcadores para trás e tocou de calcanhar para Fabinho, cara a cara com Magrão, completar para o fundo das redes.

O Santa Cruz já entra em campo no próximo sábado, contra o CRB-AL, fora de casa, pela Copa do Nordeste. O Sport só entra em campo possivelmente na próxima quarta-feira, contra o mesmo Santa Cruz, agora já pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano.